sexta-feira, 30 de outubro de 2015

HOSPITAL EM MONTANHA - ES SERÁ FECHADO



30/10/2015 19h23 - Atualizado em 30/10/2015 19h23

Por falta de dinheiro, hospital em Montanha é fechado, no ES
Hospital fica em Vinhático, distrito do município de Montanha.
Prefeitura disse que não foi informada formalmente e que vai negociar.
Do G1 ES, com informações da TV Gazeta
FACEBOOK
O único hospital de Vinhático, um distrito de Montanha, no Norte do Espírito Santo, foi fechado por falta de verbas. Esse foi o argumento usado pela instituição que administra a unidade, a Obras Sociais de Vinhático. A prefeitura disse que não foi informada formalmente sobre o fechamento e que vai negociar para que o hospital retome os atendimentos.
Hospital de distrito foi fechado por falta de dinheiro (Foto: Reprodução/ TV Gazeta)
Hospital de distrito foi fechado por falta de dinheiro
(Foto: Reprodução/ TV Gazeta)
Dentro da Casa Nossa Senhora de Saúde de Vinhático, nada mais funciona. “Infelizmente, com o dinheiro do SUS muito reduzido, não há condições. A gente não tem condições de pagar R$ 40 mil com R$ 30 mil, que é o que a prefeitura repassa. Era a única verba que a entidade estava tendo no momento, e infelizmente a gente teve que fechar as portas”, explicou a presidente da instituição Obras Sociais de Vinhático, Maria José Fregonassi.
Até 2012, o hospital funcionava durante 24h. No local trabalhavam clínicos gerais, obstetras, pediatras, ginecologistas e cirurgiões. Em setembro deste ano, só restavam dois médicos e o atendimento era realizado apenas em três dias por semana, 12 horas por dia.
Se estivesse funcionando, o hospital atenderia uma média de 30 pessoas por dia. A média de nascimento de bebês era de três por dia.

População
Vinhático, distrito de Montanha, tem cerca de 1,8 mil habitantes. Agora, eles precisam se deslocar 15 quilômetros até a sede do município para terem acesso a um hospital.
saiba mais
Hospital do ES vai ser fechado por falta de recursos, diz gestão
Maternidade Pró-Matre fecha as portas pela quarta vez, em Vitória
Pessoas que vivem no distrito desde a infância reclamam do fechamento do hospital onde os filhos nasceram.

“Com o hospital fechado, como a gente vai fazer? Quando adoecer uma pessoa vamos ter que ir para Montanha, se der tempo. Se não der tempo, tem que ir para São Mateus. Então, não pode fechar um hospital desse”, disse o aposentado Manoel Pereira.

“Agora acabou tudo. Eu vou para Montanha [quando adoecer]. Ficou difícil para nós, para todo mundo aqui de Vinhático ficou difícil”, disse a dona de casa Nair Pereira.

A comunidade disse que pediu ajuda junto aos órgãos públicos. “Nós fizemos vários pedidos, inclusive ao presidente da Câmara, para tentar esclarecer a falta de recursos e ajuda, com o pessoal do Conselho de Saúde também, da Secretaria de Saúde”, contou o empresário Elenilson Souza Barros.
Governo
A secretária de Saúde Montanha, Viviane dos Santos, informou que o município repassou ao hospital neste ano R$ 34,5 mil para custeio e pagamento de funcionários.
A secretária disse que não foi informada formalmente sobre o fechamento do hospital, mas que vai negociar uma forma de retomar os atendimentos.
Para que a população não fique sem atendimento, o Posto de Saúde da Família do distrito está sendo estruturado para realizar atendimento de pronto-atendimento, para urgência e emergência. A partir da próxima semana, um médico vai realizar atendimento 24h.
A Secretaria de Estado da Saúde disse que o repasse para a unidade é feito com verba federal. De janeiro a agosto, o hospital recebeu quase R$ 60 mil. Foi informado, também, que apesar de o estado não ter um contrato com esses hospital, está à disposição para negociar novas formas de repasse.
* Com informações de Serli Santos, da TV Gazeta Norte.

segunda-feira, 26 de outubro de 2015

ALMS LANÇARÁ LIVRO > Texto de Renata Mofatti


Por Renata Mofatti


A Academia de Letras Mimoso do Sul – ALMS lançará ainda neste ano um livro de lembranças, curiosidades, fotos e fatos históricos do Hospital Apóstolo Pedro de Mimoso do Sul contando os 70 anos de história da instituição.
De acordo com Gilberto Braga Machado, a ideia de compilar essas histórias veio da própria diretoria do HAP. “Vamos retratar através de pesquisas e entrevistas muitas páginas relevantes aos leitores”, contou.
O livro será contado desde os primórdios da inauguração que contou com grande esforço no voluntariado até os dias atuais. Com fatos curiosos, Gilberto Braga destacou o fato do primeiro médico que desembarcou no HAP. “German Maya Rios, de origem peruana, operou a apêncice de Ezilda Menezes Monteiro de Barros de Barros (Dona Zizi, leia-se goiabada Vera). “Outro fato interessante, era a maneira prática e simplória com a qual o Dr. Cysne tratava as parturientes, certa vez assim declarou: “Olha, o neném não vai nascer hoje. Chega para o canto da cama que eu vou dar um cochilo aqui do seu lado.”
A coordenação do livro está encarregada ao escritor Coronel José Luiz Barros e a experiência, segundo membros da Academia de Letras de Mimoso do Sul, tem acrescentado dados históricos sobre o município, que por certo serão valorosos pelas futuras gerações. “A ALMS pesquisando os membros da primeira diretoria, encontrou lúcido e orientado o gentil ODON FRAGA RIBEIRO, ex-agente postal, que do alto dos 97 anos, prestou relevantes informações”, finalizou Gilberto Braga Machado.
Em breve mais detalhes sobre o Dia do Lançamento Oficial.

Seguidores

ALCI SANTOS VIVAS AMADO

Minha foto

Publicou 3 livros: Santo Antonio Descendente de Corpo Inteiro, Insinuações Poéticas, Duelo e Perdão, Participou dos livros: Antologia Escritores Brasileiros - 6º Edição e Galeria Brasil 2009. Com apoio do SEBRAE e FAOP - Federação de Artes de Ouro Preto - MG, pesquisou e historiou o resgate Folclórico "As Pastorinhas" onde foi editado o Catálogo "Bacia do Rio Itabapoana". É membro efetivo da APOLO - Academia Poçoense de Letras e Artes, ocupa a cadeia nº 54.

Tekpix i-DV12 ENGANAÇÃO

Tekpix i-DV12 ENGANAÇÃO
Não comprem essa Câmera
Loading...

ANTOLOGIA ESCRITORES BRASILEIROS

ANTOLOGIA ESCRITORES BRASILEIROS
Alci Vivas e outros autores

FOLCLORICO EM SANTO ANTONIO DO MUQUI

FOLCLORICO EM SANTO ANTONIO DO MUQUI
A Pastorinha dia 21/06/2008

EXEMPLO DE VIDA

EXEMPLO DE VIDA
Projeto Educacional M.S.

VENHA CONHECER SÃO PEDRO

VENHA CONHECER SÃO PEDRO
Festival de sanfona e viola

A CULTURA NÃO DEVE MORRER

Se não resgatarmos a história o tempo
pode não nos indultar


FESTIVAL SANFONA E VIOLA

FESTIVAL SANFONA E VIOLA
São Pedro do Itabapoana/ 23 - 24 e 25 DE JULHO 2010

Arquivo do blog

FOLCLÓRICO

FOLCLÓRICO
CASAMENTO NA ROÇA